Marketing

Empresa diferenciada e a importância em definir o tom de voz

diferenciada
Scuadra
Escrito por Scuadra

Em marketing, seu tom de voz pode ajudá-lo a ser entendido pela sua persona. Um dos maiores erros em “branding” que uma empresa pode cometer é não prestar atenção suficiente em seu tom de voz, e isso não fará do seu negócio, uma empresa diferenciada.

Voz é um daqueles conceitos que se encaixam melhor no mundo literário do que no mundo dos negócios. Em literatura, voz refere-se como você se expressa na sua escrita. Em marketing, seu tom de voz é a expressão verbal (textual ou audiovisual) do que a sua marca representa.

O tom de voz de sua empresa também pode ser um diferenciador significante da sua marca. Empresas dedicam seu tempo em logos, seleção de cores e outros detalhes na qual eles entendem estar relacionados com “branding” – a aparência e a qualidade do seu website, se preocupam em criar embalagens atraentes, design de produtos, etc.

 Mas, poucas empresas param para considerar os benefícios de empregar uma única voz em todos os seus canais e plataformas de comunicação, levando-se sempre em conta a sua “persona”.

Defina o seu tom de voz

 Considere assim: se você alterar o logo em seu website, você soaria único? Ou você se pareceria com outra empresa, como por exemplo, um de seus concorrentes? Você seria uma empresa diferenciada?

Seu tom de voz não é aquilo o que você diz, mas sim, como você diz…. – e isso está ligado com a impressão que sua marca passa para os seus clientes. Desenvolvido corretamente, seu tom de voz pode ser o “segredinho” de sua receita.

Para te ajudar a definir o tom de voz de sua empresa, estes tópicos precisam ser analisados:

Defina o que faz você ser você, o que faz ser uma empresa diferenciada

Em marketing, isto é chamado de frase de posicionamento de marca ou “mission statement”.

Independente de como é chamado, a ideia é definir quem você é.  Seja único!  Seja uma empresa diferenciada. Você deve comunicar o que sua marca tem de diferencial frente à concorrência no aspecto cultural e emocional. 

Você sempre deve falar o que de fato você é, nunca inventar algo que deva ser o que os consumidores desejam. Clientes gostam de honestidade e esperam isso das marcas.

Questões que você deve fazer a si próprio

  1. O que o seu negócio tem que você considera “único”?
  2. O que seu produto tem de especial?
  3. O que o seu modo de trabalho tem de especial?
  4. Como é a cultura da sua empresa? Séria ou divertida?
  5. Como seus empregados aliviam o stress? Vocês jogam ping pong no estacionamento ou praticam sessões de ioga?
  6. Como você quer ser admirado pelos seus clientes e sua comunidade? Você é uma fonte confiável para complicações de alto nível ou para dicas práticas??

Estas perguntas provavelmente te ajudarão a ter ideia de algumas palavras-chave que melhor definirão quem você é.

Vá além do genérico 

Não adianta responder estas questões com palavras que não torna a sua empresa diferenciada, como por exemplo, “amigável”, “honesto”, “confiável” e por aí vai, como valores da marca.

Estes atributos devem estar presentes em qualquer empresa, pelo menos, é o esperado para qualquer empresa. Estes atributos são importantes para os seus serviços, mas estes não ajudarão você a criar um tom diferenciado.

Por exemplo, se um dos valores da sua marca é “criativa”, o que exatamente você quer dizer? Quando e como você é criativo? Como sua criatividade ajuda seus clientes? Ou, se um dos valores da sua marca é “incomum”, o que exatamente isto significa? Em qual sentido você é incomum, e como isto pode ser benéfico aos seus clientes? Você tem soluções diferentes para os problemas? Você tem como demonstrar e exemplificar esse ideal no mundo real?

Não use clichês

Evite também, palavras de impacto ou clichês como por exemplo, pró ativo ou revolucionário. Se você está tentando ser diferente, estas palavras colocam você em desvantagem logo de início.

Ao invés, identifique termos mais precisos que reflitam especificamente quem você é e como você deseja ser lembrado. Traduza estas palavras em um estilo.

Atributos abstratos isolados não significam muito, então, crie algum detalhe em torno destas palavras. Faça elas soarem reais e práticas.

Teste essas palavras com algumas frases ou uma estória.

Escreva!!!

Crie um “guia de estilo”! Isto é importante para empreendedores. Usualmente, a voz da marca de uma empresa cresce organicamente da personalidade e valores de seus fundadores. Isto é ótimo, mas o que acontece quando a empresa cresce e um time de marketing escreve e-mails que o fundador costumava fazer sozinho? É aí que você será grato por ter escrito todas estas coisas!

Então, o que deve ser compilado em um guia de estilo? Comece com algumas informações básicas conforme falamos acima, e adicione a partir daí. Um simples “Google Doc” funcionaria bem e poderia ser acessado, atualizado e compartilhado conforme necessidade.

Alguns pontos importantes para escrever:

  • Pronomes

Empresas tendem ser estritas com isto, usando a primeira pessoa (nós e conosco) em uma frase e terceira pessoa nas demais frases (nome da empresa). Primeira pessoa soa ser mais calorosa e cria um tom mais acessível, enquanto que na terceira pessoa tende a ser mais envolvente e paternal. Escolha aquela baseada no tom de voz da empresa e continue com esta. O mesmo vai para seu público: use “você” ou “clientes” de forma consistente e coerente.

  • Jargões

Alguns jargões, às vezes incluem algumas palavras e ideias chaves que podem sinalizar o que a empresa pensa ou até mesmo conseguem converter para uma profunda reflexão. 

Explique claramente, em detalhes, termos profissionais e frases que sua empresa apoia e quais não apoia. O mais importante – e isso vale para qualquer coisa que você escreve – certifique-se de usar somente termos que esclarecem ao invés de complicar.

Não pense sobre seu tom de voz somente nos lugares mais óbvios, tais como seu website e sua página no Facebook. Vá além! Considere como você pode usar sua voz como diferenciador em outras plataformas de comunicação, como por exemplo, na sua confirmação de e-mail ou na sua página de agradecimento para quem baixa um conteúdo exclusivo.

Embalagens diferenciadas e o tom de voz da sua empresa

Você entendeu que o tom de voz da empresa, a torna uma empresa diferenciada  também pode ser um diferenciador da sua marca, mas preste atenção para não deixar que isso interfira na sua criatividade, principalmente ao criar o design ou a embalagem para o seu produto. 

É perfeitamente possível criar embalagens diferenciadas, ou até mesmo embalagens promocionais para suas campanhas de marketing, que além de serem concisas com o tom de voz da sua marca, também possam ser bonitas, criativas, práticas e funcionais ao mesmo tempo, atraindo cada vez mais clientes.

É fundamental estabelecer parcerias que entendam essa necessidade e que sejam fiéis naquilo que você quer passar para a sua persona, sem deixar de lado a criatividade e inovação.

Conclusão

Como você pode ver, o tom de voz é importantíssimo em qualquer interação entre sua empresa e sua persona, criando conexão entre eles e autoridade naquilo que você faz, fazendo sua empresa diferenciada.

E o seu negócio, tem um tom de voz definido, voltado para o seu público alvo?

Saiba mais

 

Sobre o autor

Scuadra

Scuadra

Embalagens personalizadas para empresas que tenham inovação em seu DNA.

Deixar comentário.

Pin It on Pinterest

Share This