Planejamento

Como fazer uma análise SWOT?

swot
Scuadra
Escrito por Scuadra

Planejar significa tomar uma série de decisões que afetarão sua área por vários meses. E para fazer um bom planejamento estratégico, é importante ter uma visão holística, medir com precisão as necessidades de evolução e os recursos que você tem em mãos.

Por isso, é importante que você passe a utilizar a análise SWOT antes de montar um planeamento estratégico. Muito utilizada por empreendedores e grandes empresas, há muito o que você pode aprender sobre sua área ao realizar essa análise.

Quer entender como fazê-la? Confira!

O que é uma análise SWOT?

SWOT é a sigla para Strengths (Forças), Weaknesses (Fraquezas), Opportunities (Oportunidades) e Threats (Ameaças). Em português costuma-se traduzir o acrônimo para FOFA (Forças, Oportunidades, Fraquezas e Ameaças).

Para cada uma dessas variáveis, enumera-se uma série de fatos atuais sobre a sua área ou empresa. A partir daí, tem-se uma visão estratégica mais ampla do seu estado atual e por onde começar a planejar.

Por onde começar?

Entenda primeiro que existem dois planos para a análise SWOT: o interno e o externo. Para as Strengths e Weaknesses, sempre analise fatores internos. Alguns exemplos são os recursos humanos e elementos financeiros. Já para as Opportunities e Threats você tem que trazer fatos externos, referentes à concorrência, mercado, etc. 

Uma primeira análise SWOT pode ser mais trabalhosa, por isso, aqui estão uma série de perguntas para te ajudar a conduzi-la:

Strengths (Forças)

  • Quais vantagens sua empresa oferece?
  • O que vocês fazem melhor do que ninguém?
  • Quais são os melhores e menos custosos recursos que vocês têm?

Weaknesses (Fraquezas)

  • O que poderia melhorar?
  • O que te faz perder vendas?
  • O que é muito custoso na empresa e traz resultados abaixo do esperado?

Opportunities (Oportunidades)

Threats (Ameaças)

Como prosseguir?

Após responder a todas essas perguntas, existem dois caminhos possíveis. Algumas pessoas optam por apenas ter o cenário SWOT claro e prosseguir em criar estratégias. Mas outro caminho é realizar a TOWS. 

TOWS é simplesmente transformar as Threats em Opportunities e as Weaknesses em Strengths. Como os dois primeiros são externos e os dois últimos internos, essa é a melhor forma de cruzar os fatores da análise de forma a transformá-los.

Mais do que identificar quais são as ameaças e fraquezas ao seu negócio, a TOWS te ajuda a ter uma atitude positiva e transformar seu conhecimento em um plano de ação.

Algumas dicas importantes

  1. Faça uma lista grande, como brainstorming, mas depois priorize quais são os fatores para cada elemento do SWOT. Assim você se concentra no que é mais relevante;
  2. Aplique a análise de forma específica se necessário. Você pode concentrar-se em um produto ou área em vez de toda a empresa;
  3. Combine a análise SWOT com outras ferramentas para maior precisão de resultados e visão mais ampla.

Por fim, a análise SWOT pode ser uma ferramenta simples para obter um bom cenário do seu negócio ou mesmo uma ferramenta imprescindível para tomada de decisão. A direção positiva que a ela oferece também é um trunfo para diferenciar-se de seus concorrentes e seguir tendências.

Você já utilizou a análise SWOT para tomar decisões ou realizar seu planejamento estratégico? Conte-nos a sua experiência ou as suas dúvidas sobre o assunto!

Saiba mais

Sobre o autor

Scuadra

Scuadra

Embalagens personalizadas para empresas que tenham inovação em seu DNA.

Deixar comentário.

Pin It on Pinterest

Share This