Planejamento

Entenda como é a relação entre vendas e marketing

Scuadra
Escrito por Scuadra

Vendas e marketing sempre estiveram separados em setores diferentes nas empresas. No entanto, com os avanços tecnológicos dos últimos tempos, esse distanciamento diminui a cada dia. E,quando ambos se reúnem, barreiras de comunicação são quebradas e, consequentemente, as vendas aumentam!

Apesar de marketing e vendas representarem funções específicas, uma não pode viver sem a outra, pois ambas contribuem com diferentes ativos para a empresa. A ligação entre elas reside no fato de que compartilham o mesmo objetivo: aumentar as vendas.

Os profissionais de marketing geram leads e os de venda fecham o negócio. Sendo assim, é fundamental que alimentem suas ligações e se complementem. Quer saber mais? Confira!

Desfazendo alguns mitos

Muita confusão vem sendo criada sobre qual a função e o poder de cada um desses polos. Porém, para gerar mais vendas e melhorar a imagem de sua marca é extremamente necessário saber diferenciar a função e o escopo de cada um deles.

As vendas têm o poder de mudar condições e até mesmo transformar uma situação graças às habilidades do vendedor. O marketing, por outro lado, geralmente não tem tal poder transformador e trabalha com condições preestabelecidas. Em outras palavras, venda é persuasão e convencimento; marketing se trata da aplicação de conhecimentos acumulados.

O marketing não se baseia na “manipulação”

Esse é um mito grotesco. O marketing não se baseia em manipular as pessoas, simplesmente porque, além de ser eticamente condenável, é impossível fazê-lo. Por melhor que seja sua estratégia de marketing e o brilhantismo de seus vendedores, as pessoas continuarão comprando somente aquilo que é valioso para elas.

As melhores estratégias de marketing constroem ofertas que atendem às necessidades do comprador certo, no local e na hora certas. O marketing mais eficaz é, portanto, centrado na comunicação, e não na manipulação.

Vendas e marketing, lado a lado, geram confiança

Ao aliar vendas e marketing, você nunca deve esperar que delas derivem uma maneira de “se dar bem” sobre compradores infelizes. E por que não? Mais uma vez: essa prática também é antiética. Mas não só isso. O que se quer de um comprador não é a simples realização de uma venda, mas a criação de um relacionamento. E nenhuma relação é construída sem confiança!

É perfeitamente possível ao bom vendedor convencer um comprador a adquirir algo de que não precisa. É claro, isso requer grande habilidade e resulta em uma transação assimétrica, pois, só uma das partes se beneficia. Mas essa prática não gera confiança. E sem confiança não há nenhuma melhora na imagem da marca, ao contrário: tende a gerar uma piora sensível.

Criação de oportunidades de venda

Vendas e marketing, quando aliados, não se limitam a vender. Trata-se da criação de oportunidades de venda a partir daquilo que os clientes realmente valorizam.

As pessoas não são motivadas exclusivamente por sentimentos negativos como ódio e ganância; também desejam fazer o bem e realizar mudanças positivas em suas vidas e no mundo que as cerca. Essas boas inclinações também são realmente motivadoras.

Seus produtos mais extraordinários ficam muito tempo nas prateleiras? Será que você não está tentando convencer em vez de se comunicar? Talvez você esteja insistindo em empurrar um produto ou serviço (ainda que excelentes) a um cliente que não está, nesse momento, precisando dele.

Se ainda não tem certeza sobre o que seus clientes valorizam, não perca tempo: vá descobrir! Ou se — assim como muitas empresas — ainda está preso às velhas práticas voltadas a trabalhar exclusivamente as qualidades de seus produtos e serviços, então, de fato, você tem muito a fazer!

Gostou do nosso post? Deixe nos comentários os maiores desafios que você encontra para aliar vendas e marketing no seu negócio.

Saiba mais

Sobre o autor

Scuadra

Scuadra

Embalagens personalizadas para empresas que tenham inovação em seu DNA.

Deixar comentário.

Pin It on Pinterest

Share This