Planejamento

Metodologia Lean no marketing: por que é importante?

Metodologia Lean
Scuadra
Escrito por Scuadra

Descrever a oportunidade, o problema a ser resolvido e elaborar a solução proposta pela sua empresa — é dessa forma que os empreendedores são orientados na hora de elaborar um plano de negócios tradicional.

Mas como fazer quando estamos diante de um mercado estagnado e de um ambiente de incerteza? Vale a pena apostar tudo em uma nova ideia para sair do senso comum?

É nesse contexto que surgiu a metodologia Lean (enxuta, em tradução livre). O conceito foi criado originalmente pelo executivo da Toyota, Taiichi Ohno, e adaptado para as startups por Eric Ries.

Ohno propõe um modelo de negócio mais enxuto, baseado em 3 pilares fundamentais: Construir (build), Medir (measure) e Aprender (learn).

Construa o seu produto, valide as suas hipóteses com o público-alvo e aprenda com este ciclo. Nunca pare de validar e nem de aprender. Foi assim que grandes empresas surgiram, como o Facebook, o Instagram e o Twitter. E elas não param de crescer e de melhorar.

Mas, na prática, por que o método Lean é útil para gerar resultados e boas oportunidades de negócio? Explicamos nos 5 tópicos abaixo:

1. Simplifica o plano de negócios

É recomendável, ao invés de criar um extenso plano de negócios, a utilização do CANVAS, uma ferramenta que permite conhecer os aspectos fundamentais de um negócio em uma única folha.

Dessa forma, gasta-se menos tempo com um longo planejamento e o empreendedor tem a possibilidade de visualizar mais facilmente aspectos como clientes, ofertas, infraestrutura e viabilidade financeira.

2. Testa o seu produto no mercado

Pense que o que está na sua cabeça não é necessariamente o que o mercado precisa. Com o advento da era digital, as mudanças são muito rápidas e o mercado é mais dinâmico.

Então, se você tem uma ideia nova, mas não sabe como desenvolvê-la no mercado, utilize os seus potenciais clientes para validar as suas hipóteses por meio de uma versão mais simples do seu produto.

3. Estabelece um MVP

A parte fundamental do método Lean é o “Minimum Viable Product” (MVP), ou “Produto Mínimo Viável”. Ele consiste em lançar os seus produtos nas condições minimamente necessárias para tanto. Em outras palavras, lançar um protótipo com funcionalidades mais simples, para que o cliente possa entender o seu conceito. É preciso salientar que o MVP não é uma versão de menor qualidade, diferentemente, ele é uma versão funcional.

Essa versão será testada junto ao público-alvo e receberá feedbacks. Para aplicar o MVP, primeiro é preciso ter um planejamento:

  • Formule hipóteses claras sobre o produto: elas devem ser respondidas facilmente.

  • Pense em um cliente ideal:  qual o perfil de público você deseja alcançar com o seu negócio? Como a sua empresa está inserida neste mercado?

  • Conheça os concorrentes: é importante traçar um mapa da concorrência e investir em benchmarketing.

  • Estabeleça métricas: sem dados computados, é impossível mensurar a viabilidade do seu negócio.

4. Permite remodelagens

Em vez de gerar prejuízos com remessas de produtos ou serviços sem mercado, por meio do MVP é possível encontrar soluções para os erros cometidos durante a apresentação da versão de testes.

Use o aprendizado para obter uma melhora contínua do seu produto e recomece o ciclo!

5. A metodologia Lean diminui os desperdícios

É simples! Qualquer método Lean propõe evitar desperdícios: de tempo, de custo, de superprodução e consequentemente, de recursos.

Dessa maneira, a empresa consegue trabalhar o produto de modo a só lançar no mercado quando a sua viabilidade for assegurada pelo consumidor.

E você, gostou do artigo? Acha que a metodologia Lean pode ser útil para o seu negócio? Para acompanhar tendências de mercado como esta, siga-nos no Facebook.

Quer saber mais? Clique aqui

Sobre o autor

Scuadra

Scuadra

Embalagens personalizadas para empresas que tenham inovação em seu DNA.

Deixar comentário.

Pin It on Pinterest

Share This