Marketing

Outbound e Inbound: entenda quais são as diferenças

Outbound e inbound
Scuadra
Escrito por Scuadra

A maneira de fazer propaganda evoluiu bastante ao longo dos últimos anos, acompanhando o nível de exigências que os novos consumidores demandam no mercado. Dentro desse contexto, compreender adequadamente as diferenças entre Outbound e Inbound marketing é fundamental.

As duas estratégias têm aspectos altamente positivos, mas também possuem suas limitações. É importante, portanto, entender seus benefícios e aprender como combiná-las em prol do seu negócio. Confira o conteúdo que preparamos a seguir e descubra como fazer isso.

Outbound marketing

O Outbound Marketing é a maneira tradicional de fazer divulgação, que tem como objetivo primordial oferecer os produtos ou serviços de uma empresa para o público em geral. Nessa modalidade, é a organização que vai ativamente atrás dos consumidores, de forma a divulgar para um grande número de pessoas e despertar a atenção de uma parcela desse grupo.

Essa estratégia cresceu vertiginosamente com a popularização dos aparelhos de televisão e rádio, mas também inclui panfletos, folhetos de promoções, cartazes, anúncios em jornais e revistas, mala direta, patrocínios de eventos, outdoors e outros meios mais corriqueiros de fazer publicidade e merchandising.

Ao contrário do que muitos pensam, essa metodologia chegou até a internet e tem ações no meio digital, especialmente aquelas propagandas que surgem enquanto alguém assiste a um vídeo online, banners de sites, e-mails em massa e pop-ups.

A publicidade Outbound tem um inconveniente, pois ela tende a ser mais dispendiosa e, se o empreendimento estiver com menos recursos, as propagandas simplesmente saem de circulação. Entretanto, ela ainda é bastante útil para a atração de novos clientes, especialmente se pensarmos em termos locais.

Inbound marketing

Já o Inbound marketing é uma das tendências mais modernas de propaganda e inclui, sobretudo, estratégias que contemplam o universo digital. O objetivo principal é atrair e fidelizar clientes, de maneira que eles busquem ativamente as soluções oferecidas pela empresa e não o contrário.

Isso é conquistado por meio da geração e compartilhamento de conteúdo de qualidade para o público-alvo, de forma que isso desperte o interesse espontâneo dos consumidores, antes mesmo de eles perceberem que desejam consumir. Entretanto, para fazer isso do jeito certo, é fundamental conhecer muito bem o seu cliente.  

Descobrindo quais são seus interesses, expectativas, dúvidas, demandas e desafios, torna-se mais simples proporcionar um material relevante progressivamente, que ajudará a fazer com que resolvam seus problemas ou que enxerguem no seu empreendimento uma oportunidade não vista anteriormente.

Esse caminho é o que chamamos de Funil de Vendas, que entende as etapas dessa relação e segue passos específicos para nutrir e conduzir o cliente em potencial até o momento final, que é a efetivação da compra. As principais ações são os blogs, newsletters, e-mail marketing e as redes sociais. O custo, obviamente, é bem mais baixo que no Outbound.

Como podemos ver, é muito interessante adotar as duas metodologias em uma empresa. Você não precisa escolher entre Outbound e Inbound, pois uma estratégia não anula a outra, muito pelo contrário! Portanto, acredite: é possível mesclar as duas em suas estratégias de marketing. Gostou do conteúdo? Então confira também o nosso outro artigo sobre os 4 P’s do marketing!

Quer saber mais sobre a Scuadra? Acesse aqui

 

Sobre o autor

Scuadra

Scuadra

Embalagens personalizadas para empresas que tenham inovação em seu DNA.

Deixar comentário.

Pin It on Pinterest

Share This