Planejamento

Veja como o BI atua e interfere nas aplicações de marketing

Business Intelligence
Scuadra
Escrito por Scuadra

Usar soluções de Business Intelligence (BI) para reunir informações que possam ser usadas pelas aplicações de marketing pode se revelar uma estratégia bastante lucrativa. Com essas capacidades de longo alcance, seu departamento de marketing será capaz de refinar e segmentar estratégias em qualquer plataforma, seja TV, Internet ou mídia impressa.

Confira alguns aspectos importantes da atuação do Business Intelligence nesse contexto.

Determinar o ROI das estratégias de marketing

Em um ambiente de negócios saturado de aplicativos, plataformas de mídias sociais, ferramentas de análises e campanhas pay-per-click, o BI é crucial para ajudar empresas de todos os segmentos a determinar se as estratégias de marketing aplicadas estão gerando ROI (sigla inglesa para “retorno sobre investimento”).

Business Intelligence pode se traduzir em relatórios analíticos baseados em pesquisas sólidas — realizadas a partir de dados e fatos comprováveis — para fundamentar o processo de tomada de decisões e avaliar aplicações de marketing do seu negócio.

Entender o que alavanca as receitas do seu negócio

Embora o conceito de Business Intelligence seja muito amplo, trata-se, basicamente, de saber exatamente o que irá gerar receita para o seu negócio. Isso significa conhecer seus clientes, quais fatores influenciam suas decisões de compra e as plataformas que utilizam para consumirem informações.

No mercado atual, há milhares de canais disseminando conteúdos e, obviamente, ninguém pode consumir tanto. Assim, o BI permite saber onde (meios de comunicação, artigos, vídeos, anúncios, podcasts, dentre outros) e como o seu cliente ideal adquire informações, além de embasar ações de marketing para estimulá-lo.

Evitar gargalos em aplicações de marketing

Para profissionais de marketing, Business Intelligence pode fornecer insights valiosos sobre a saúde da empresa, uma vez que essas informações não são prontamente deriváveis de documentos como declarações de lucros e perdas. Se essas referências não forem suficientemente precisas, todas as aplicações de marketing correm o risco de não gerarem retorno.

Há uma infinidade de possibilidades disponíveis para integrar sistemas de BI às aplicações de marketing. Basta que você perceba claramente as necessidades de acordo com o perfil da empresa. Business Intelligence não se resume em acompanhar KPIs (sigla inglesa para indicadores-chave de desempenho) uma vez por mês ou por trimestre.

Para empresas do setor varejista, por exemplo, é possível incluir ferramentas de previsão para evitar gargalos e saber o momento perfeito para tomar decisões relacionadas a compras ou novas contratações.

Um dashboard de fácil leitura — revisado semanalmente — ajudará sua empresa a estar mais informada e evitar problemas, além de facilitar o acompanhamento das tendências do mercado.

Possibilitar “visão de conjunto”

Os números que atualmente impulsionam o Business Intelligence não contam uma história completa, porque os softwares, por melhores que sejam, não são capazes de encerrarem em si toda a complexidade presente nas perspectivas dos clientes sobre o seu negócio.

Para realmente conhecer e satisfazer as necessidades dos clientes é preciso, antes de tudo, entender as causas que levam determinado fenômeno a ocorrer — não basta confiar em seus instintos! Acompanhar os dados quantitativos de análises qualitativas possibilitará a obtenção de uma caracterização mais ampla.

Dito de modo simples, é necessário adicionar “o por quê” ao “o quê” em seu dashboard. Muitos gerentes de marketing consideram apenas a frieza dos números ao tomar decisões relacionadas às aplicações de marketing. O problema é que tal abordagem permite apenas saber o que os clientes estão fazendo, e não o que os motiva a fazer.

Gostou do post? Assine nossa newsletter e esteja sempre atualizado!

Para conhecer a Scuadra, Clique aqui

Sobre o autor

Scuadra

Scuadra

Embalagens personalizadas para empresas que tenham inovação em seu DNA.

Deixar comentário.

Pin It on Pinterest

Share This